A Black Friday é uma das datas mais aguardadas por consumidores e pelo comércio. Em 2018, deve registrar um crescimento de 15% em vendas, movimentando cerca de R$ 2,4 bi, segundo dados do Ebit|Nielsen. Mas, de acordo com especialistas, é preciso enxergar muito além da sexta-feira.

“A Black Friday abre as portas para novos consumidores e para o estreitamento de laços com antigos clientes. Por isso, precisa ser pensada dentro de uma estratégia que englobe não só o evento em si, mas também os possíveis momentos de compra futuros”, explica Aline Bezerra, gerente de Contas da NewBlue.

Leia na íntegra.