A Inteligência Artificial (IA) pode otimizar as operações de marketing digital. Há apenas alguns anos, muitos profissionais se mostravam relutantes em incorporar essa inovação tecnológica as suas estratégias. Mas diante de resultados cada vez mais precisos e menos ambíguos, as ferramentas baseadas em IA têm ajudado campanhas a ganhar escala e velocidade, de maneira mais inteligente e assertiva.

Recente pesquisa divulgada pelo PwC apontou que 27% das empresas entrevistadas já implementaram o uso da AI em múltiplas áreas. Outros 15% afirmaram que está nos planos aplicar a inteligência artificial em diversos departamentos neste ano.

Mas como é possível utilizar a IA de maneira objetiva, prática e eficaz? Veja a seguir cinco aplicações dessa nova inteligência no marketing digital.

Análise preditiva: A análise preditiva nada mais é do que o uso de dados, algoritmos estatísticos e técnicas de machine learning para identificar a probabilidade de conclusões futuras baseadas no histórico de dados e comportamento dos usuários. Esta aplicação da IA irá transformar a postura reativa em planejamento proativo, graças aos dados, que servem como guia para realizar as decisões corretas. Assim, as tomadas de decisão passam a ser mais criteriosas, analisando não somente o agora, mas também considerando uma predição dos cenários futuros.

Experiência do Usuário: Por meio de algoritmos inteligentes é possível personalizar a experiência em um site e/ou em entregas mais assertivas voltadas a comunicação com o usuário. Depois de analisar milhares de dados de um único usuário (incluindo localização, demografia, dispositivos, interação com o site etc.), a IA pode apresentar ofertas e conteúdos que são mais apropriados para cada pessoa, tornando-se algo personalizado e único.

Entrega de mídia digital: Essa é a área do marketing digital mais bem sucedida na adoção da IA. Muitas plataformas que permitem compra de mídia já usam machine learning e IA para encontrar pessoas mais propensas a tomar a direção desejada pelo anunciante. Para alcançar este resultado, elas analisam a informação do usuário, como interesses, perfil de consumo, frequência, localidade e outros aspectos, para descobrir e detectar a melhor audiência para a sua marca. Algumas ferramentas do mercado, inclusive, já possuem sistemas automatizados, que permitem aos anunciantes, não só pagar o menor custo possível por conversão, mas conquistar uma entrega muito mais assertiva, realizada em cima do target mais propenso a conversão.

CRM: Investir em CRM é uma das melhores formas de estabelecer relacionamento, entregar conteúdo e, claro, efetivar vendas. Ao unir uma solução tão forte com tecnologia e automação é possível criar estratégias e estruturas avançadas para gerar pontos de contato específicos, baseados no comportamento do usuário, criando uma régua de relacionamento que acompanhe o passo a passo da jornada de cada consumidor ou potencial cliente. De acordo com informações da Forrester, existem diversas razões para investir na automatização desse sistema, incluindo aumento de vendas, redução do tempo de venda e maior retenção de clientes.

As marcas estão usando o poder da IA para personalizar seus CRMs com base nas preferências e comportamentos do usuário. Isso torna possível se conectar melhor com ele e, com sorte, torná-lo cliente. O machine learning consegue analisar milhões de dados sobre o consumidor para determinar os melhores momentos e dias da semana para contatá-lo, além da frequência recomendada, do conteúdo que mais atrai sua atenção e quais títulos e assuntos geram mais cliques.

Seja para prever conversões, melhorar constantemente a experiência do usuário, ampliar a exposição da sua marca ou fazer com o que o conteúdo mais adequado alcance o consumidor correto, a análise de dados estatísticos por meio da IA tem um potencial imensurável de transformar negócios e habilitar capacidades sem precedentes no universo do marketing digital. E vai seguir fazendo isso, melhor do que nunca, em 2019!