Há algum tempo era comum ouvir nas rodas de amigos e até em reuniões de grandes empresas que o Brasil só começava mesmo a funcionar depois do Carnaval. Antes disso, os negócios eram um mar de calmaria e quase nada impulsionava as vendas. Nos últimos anos, no entanto, esse conceito vem mudando, pelo menos para o varejo que tem começado a se preparar para o ano muito mais cedo. Afinal, logo depois da folia, muitos usuários estão ávidos por novidades. Desde que foi instituído, o Dia do Consumidor, que acontece em 15 de março, tem conquistado o seu espaço, movimentando o primeiro trimestre desse segmento. O crescimento é tanto que o desempenho das vendas na data já vem sendo comparado ao da Black Friday.

De acordo com pesquisa da Google realizada no ano passado, 35 milhões de pessoas já conhecem o Dia do Consumidor no Brasil. Em 2018, as buscas relacionadas à data praticamente dobraram em relação a 2017 e 73% delas começaram com uma semana de antecedência, estendendo o impacto no relacionamento com o consumidor e nas transações para muito além de 24 horas. Ainda de acordo com o levantamento, as principais lojas virtuais do Brasil têm, em média, 13 milhões de visitas a mais nesses dias, e os downloads de apps de varejistas crescem 26% ao longo da semana. No próprio Dia do Consumidor, esse aumento é de 23%.

Consumo elevado e multicanal

Engana-se quem pensa que os consumidores colocam o pé no freio na hora de fazer suas compras. O brasileiro está planejando um gasto relativamente alto para a data. Cerca de 50% das pessoas esperam despender mais de R$ 500 na aquisição de produtos e serviços, principalmente roupas e calçados.

Outro ponto interessante é o movimento de compra multicanal. Mas, ao contrário da Black Friday, onde o digital tem a maior parte da conversão, no Dia do Consumidor as lojas físicas saem na frente: 39% dos consumidores pretendem comprar off-line neste ano. Ainda assim, o online tem um forte poder de influência na decisão do público. Para 75% dos entrevistados, a internet foi importante para a decisão de visitar a loja.

Caiu na rede…

Para atender a essa demanda dos consumidores, as marcas precisam se preparar com antecedência, montando um planejamento estratégico antecipado para ir alimentando o funil de conversão nos dias que antecedem a data. Além disso, precisam utilizar ferramentas para captação de base, para criar uma relação com os clientes e, principalmente, para converter essa proximidade em vendas, fazendo o usuário chegar no fim de sua jornada no momento certo. De acordo com o time da NewBlue, que tem metodologias próprias para garantir essas ações assertivas, muitas são as variáveis na hora de traçar e colocar em prática suas estratégias de mídia.

A primeira delas é o data driven com foco consumer first. Antes de dar o start em qualquer ação é preciso analisar todos os dados, sejam eles online ou offline, que a empresa possui sobre aqueles usuários. É a partir dessas informações que serão desenhadas ações para impactar o público-alvo no momento certo de sua jornada. Além disso, as iniciativas de marketing digital serão construídas levando em consideração o nível de engajamento daquela pessoa com a marca ou produto em questão. Por exemplo, quem já está na base de clientes pode ser surpreendido com um desconto especial, enquanto os novos usuários impactados recebem um segundo tipo de benefício.  

O segredo é usar esses dados para gerar conteúdo relevante para o consumidor. E aqui vai outra dica: invista na qualidade e não na quantidade. Melhor do que rodar dezenas de promoções simultâneas, tentando ganhar no volume, é apostar no que vai ser realmente efetivo e duradouro para marca. Aproveite também para surpreender seu cliente com benefícios e vantagens que ele terá não só naquela data, mas durante toda a semana ou mesmo em uma futura compra. Vá além da conversão imediata e crie relacionamentos genuínos, que irão se transformar em pedidos, seja agora ou mais para frente. Usar esse tipo de evento para fidelizar o público é fundamental.

A boa experiência do consumidor (ou user experience) também é essencial e conta muito na conversão, principalmente no e-commerce. Segundo um estudo da SAP, publicado pelo Euromonitor, muitas opções em um mesmo site (8,9%), o tempo gasto para concluir a compra (8%) e uma experiência online pobre (7,3%) são alguns dos principais motivos para o abandono do carrinho em uma compra online. Pontos que podem ser facilmente corrigidos com uma UX inteligente e eficiente.

Quando um cliente se torna leal à sua marca, ele irá recomendá-la para mais pessoas e, consequentemente, você fidelizará sua base e irá atingir targets cada vez mais qualificados. O Dia do Consumidor está se consolidando como um grande momento do ano no varejo, tornando-se um período de compras importante e que tem estimulado um comportamento bem específico do consumidor. Direcionar a estratégia da sua marca ou produto considerando os hábitos particulares dessa data-chave é uma das formas de ter sucesso em suas estratégias de marketing digital, campanhas e, claro, no crescimento de seus negócios.