Os passos para uma Black Friday bem-sucedida envolvem uma série de áreas e departamentos. Planejamento, Criação, Data Intelligence e Social Media, por exemplo, precisam trabalhar alinhados, lado a lado, para criar uma campanha coesa e com resultados efetivos. Junto deles, existe outra área que deve estar antenada com cada movimento: a de Mídia.

Com as ações para a data definidas e o maior número de informações sobre o público-alvo em mãos, é hora de construir a estratégia para penetração da campanha. Nesse processo, é necessário considerar uma série de detalhes, como a identificação de pontos fortes e fracos, o potencial de vendas e o histórico de contato com os consumidores.

Em um ano em que os e-commerces brasileiros devem movimentar R$ 3 bilhões somente durante a Black Friday, de acordo com dados da ABComm, a NewBlue mostra como você pode construir sua estratégia de mídia para otimizar suas vendas e garantir números de sucesso!

  1. Analise seu histórico

Busque entender as ações do passado. Quais erros e acertos sua marca/produto teve nas últimas edições da Black Friday? Faça uma lista das mídias trabalhadas e das estratégias aplicadas no período. Seja crítico o suficiente para deixar apenas as estratégias efetivas, que trouxeram algum resultado relevante. Só comece a criar suas táticas de mídia após esse acompanhamento minucioso. Certamente, o estudo prático poderá ajudar, e muito, a obter um retorno ainda melhor nas conversões de venda.

  1. Identifique suas fortalezas

Nessa altura da campanha para a Black Friday, considerando que você está partindo de uma iniciativa data driven, você precisa usar todas as informações que tem em mãos sobre seus consumidores ou clientes em potencial para agir de forma assertiva na hora de trazer as ofertas e os diferenciais a serem apresentados. Por exemplo, baseando-se nesses dados, pode propor estratégias de mídia diferentes por região, por tipo de usuário, apostar em porcentagens de desconto e até investir em reduções consideráveis do frete. Lembre-se de que tudo isso, se direcionado à pessoa certa, ajuda a aumentar as conversões.

  1. Estude, estude e estude

Uma campanha relevante e efetiva depende de muito estudo e dedicação. Por isso a dica é começar essa análise de histórico e de mercado com bastante antecedência. Não deixe para escolher os caminhos a seguir apenas uma ou duas semanas antes da Black Friday. Como, neste ano, o evento acontece no dia 23 de novembro, já está mais do que na hora de passar todos os insights para o papel, estruturar a campanha e colocá-la no ar!

  1. Use seu potencial de dados. Ou crie um.

Nós já abordamos aqui a importância de um background de dados para toda e qualquer ação que for fazer junto a sua marca ou produto. Campanhas data driven são muito mais eficientes, já que são capazes de entregar ao público exatamente o que busca, no momento em que mais precisam. Se você ainda não possui uma base de informações organizada, invista nisso o quanto antes. Unifique dados do CRM, de listas de remarketing e de look a like para desenvolver bids diferenciados por usuários. Quanto mais no final do funil você conseguir impactá-lo, maior o bid que deve direcionar a ele.

  1. Personalize a comunicação e a navegação

Vivemos em um universo onde o usuário quer ser tratado como único, com respostas rápidas e conteúdos direcionados ao seu momento específico. Nesse sentido, é muito importante saber diferenciar a comunicação de sua marca/produto por personas. Não esqueça também de considerar o tipo de device utilizado. Apesar de a maioria dos consumidores já optar pelo acesso pelo mobile, muita gente ainda usa o desktop na hora de fechar as compras. Cada um desses ambientes pede um tipo diferente de estratégia de mídia.

  1. Crie regras e automatizações

Com uma estrutura já pronta, crie regras de ativações, pausa e aumento de bid de acordo com o resultado gerado. Aqui é o momento ideal para utilizar a inteligência do machine learning a seu favor. Aposte em algoritmos que personalizem o conteúdo de seu e-commerce segundo as campanhas segmentadas pelo perfil do usuário. Ou seja, por meio de ações data driven, entenda melhor os padrões de navegação, as necessidades do usuário e personalize a comunicação para oferecer o conteúdo que melhor satisfaça essas necessidades, sempre aprimorando o entendimento.

  1. Otimizar para converter

Otimize antes, durante e depois da BF (palavras-chave, anúncios, listas, disponibilidade de estoque, produtos e região). Não é porque a campanha está ativa que sua tarefa terminou. Acompanhe no detalhe todos os resultados das ações para tomar decisões rápidas que possam gerar maior volume de vendas sem perder oportunidades.

Com todas essas dicas, sua campanha de mídia, certamente, será um sucesso de conversões de novos leads e na fidelização de consumidores. O principal segredo aqui é estar bem preparado para a data. Divulgar, atrair e oferecer aos clientes diferenciais que os façam escolher o seu e-commerce e não o do concorrente. Pense nisso!

* Arielle Santana é Gerente de Mídia da NewBlue